Compras em Rio Branco – Uruguai

Este post tem informações sobre a viagem que fiz em julho de 2009, outras atualizações sobre 2010 e 2011 podem ser vistas no fim do post!
Perguntas onde as respostas já estão presentes no post não serão respondidas, por favor leia antes de perguntar ;)

mapa1

1º – A viagem

Eu sai de Novo Hamburgo as 5:30 da manhã e cheguei lá as 10:30; são 450km de distância até Jaguarão, que é na divisa com o Uruguai, onde fiquei hospedada.
Neste percurso tem 4 pedágios, o primeiro em Porto Alegre que custa R$6,00 e mais 3 durante o caminho que custam R$6,80 cada (atualizando: em janeiro de 2010, ida e volta R$64,00 em pedágios).

É bom abastecer em Pelotas (tem GNV também), pq depois são 140km até Jaguarão, e que eu lembre não tem posto no caminho. O posto Charrua é dentro da cidade, tem que entrar a esquerda na rótula, uma antes da entrada de Rio Grande, na esquina tem uma revenda de veículos, e andar uns 500 metros.

jaguarao1

Jaguarão e a ponte para chegar ao Uruguai.

2º Hospedagem

A média de preços é R$100,00 a diária, mas se for em dia de semana no Hotel Rios é R$50,00 a diária (o casal), é bem perto da ponte de divisa com o Uruguai, menos de 5 minutos caminhando, é bem simples, tem TV a cabo, café da manhã, banheiro no quarto e estacionamento (fica a duas quadras do hotel).

Alguns telefones:
Hotel Fronteira: 53 32612331
Hotel Py: 53 32611790
Hotel Rios: 53 32618508
Hotel Sinuelo: 53 32611934

3º Refeições

Logo que cheguei fui para o Uruguai, e almocei por lá mesmo, no restaurante El Gallego. A comida é por porções e o valor é em peso, ai tem que dividir por 10. Pedi fritas, arroz e entrecot, e uma porção de cada deu pra duas pessoas. (e tava bom!)

dsc02603

dsc02544

dsc02553

A noite comi xis no centro de Jaguarão, tem alguns na cidade, esqueci de tirar foto :/

4º Compras (enfim)

Vou falar um pouco no geral e dos maiores free shops, porque eu fiquei só um dia e é impossível ver tudo!

Marcas de maquiagem que são encontradas lá:
Lâncome
– Chanel – PUPA – Loreal – Helena Rubinstein – Shiseido
Wet’n Wild – Revlon – NYC – Bed Head - Artdeco – OPI – Almay – Max Factor

Valores:
A maquiagem mais barata é a NYC, em média $7, as mais caras Chanel, Lâncome, HR, Shiseido, a média de preço das máscaras e batons era $25, e o restante das marcas ficam entre $10 e $20.

 

Mauá

maua

A única loja que tem NYC, tem também esmaltes de diferentes marcas (poucos), Loreal, Revlon, Wet’n Wild, cremes da Victoria Secret’s e da Be Head, perfumes (poucos), roupas (casacos lindos!), bebidas, calçados.

Mario

mario

É o lugar certo pra comprar bebidas, a diferença chega a $3 dos outros free shops. Também tem perfumes (muitos com promoções), maquiagens Be Head e Loreal, brinquedos, roupas, câmeras, pen drives.

Bekarte

bek

Bebidas, perfumes, maquiagens da Almay e Be Head, tinta de cabelo da Revlon por $4, Rayban por $150, utensílios de cozinha, câmeras da Canon (só achei lá), pen drives e outros.

Paris

paris

Maquiagens Be Head, coisa pra casa, perfumes e a Pringles mais barata! hehehe
As vezes eles fazem promoções com uma cotação mais baixa do dólar, mas também aumentam os preços, então é bom cuidar!

Darling

dar

Lindo né? Mas acho bem sem gracinha, nunca comprei nada lá, tem perfumes, bebidas, maquiagens da Loreal, mas é sempre vazio!

Virrey

dsc02598

O único lugar que se encontra esmaltes da OPI, mas bem carinhos, $10!
Tem bastante variedade de maquiagens, Loreal, Artdeco,  Max Factor, Lâncome.

Neutral

dsc02529

Nem precisa falar muito né? O mais conhecido! Bebidas, roupas,brinquedos, perfumes, maquiagens Lâncome, Chanel, PUPA, Loreal, Helena Rubinstein, Shiseido.

Nas lojinhas menores também tem muiita coisa interessante que vale a pena provar:  queijos, bocaditos e alfajores (na outra vez que fui comi tantos que passei mal, não posso nem ver) e dulce de leche, lógico.

Se o seu pneu estiver passado do ponto pode trocar lá mesmo (vale a pena) só que tem que passar a ponte usando eles, ou arriscar levá-los.

As lojas aceitam tanto reais quanto dólares e moeda local, também cartão de crédito, claro que deve ser internacional e apenas o titular poderá usá-lo!

dsc02526

dsc02532

dsc02533

dsc02534

dsc02593

dsc02594

Algumas dicas gerais:

- O bom é pesquisar muito bem antes de comprar, porque a maioria dos free shops tem os mesmos produtos (bebidas, roupas, perfumes, cremes e shampoos em quase todos).

-Como em toda viagem é bom levar papel higiênico e sabonete (ou gel antiséptico), na maioria dos postos do caminho não tem, nem no Uruguai.

- Lá é bem frio e tem muito vento nessa época, aconselho levar mantas e boinas ( o cabelo fica uma coisa).

- Fui achando que provaria milhões de maquiagens, mas os batons eram nojentos, na maioria das lojas os provadores estavam num estado crítico, e a maioria das máscaras estavam secas, então vá sem esperanças.

- Muito cuidado com os dólares que te derem de troco, ou com os que você vai levar, algumas lojas não aceitam notas riscadas ou rasgadas.

UPDATE: A Renata comentou aqui no post sobre a fiscalização:
“Trabalho na área de direito penal e espero ajudar nas dúvidas sobre a fiscalização nas áreas de fronteira.
A fiscalização pode pedir para revistar bolsas, e não apenas o carro.
Quanto à questão de atravessar diversas vezes a ponte, existem problemas sim, uma vez que existem duas zonas de fiscalização: a chamada ‘zona primária’ e a ‘zona secundária’.
A zona primária, como o nome indica, é realizada na área da fronteira (no caso a ponte que faz divisa). Já a zona secundária abarca o resto do território. Ou seja, quem for flagrado por autoridade competente (Receita Federal, Polícia Federal ou Civil, etc) com produtos acima da cota, pode ter as mercadorias apreendidas, não importa se já atravessou a ponte (aliás, a maioria dos casos que vejo ocorrem nestas situações).
A cota terrestre é de US$300,00 (trezentos dólares), de modo que quem ultrapassar tal valor e for pego pode sofrer perdimento dos bens (apreensão dos produtos) e ainda responder por processo criminal (trazer produto estrangeiro sem o devido pagamento dos tributos corresponde ao crime de descaminho – artigo 334 do Código Penal).
É verdade que a maioria dos casos de perdimento geralmente ocorre quando as quantidades indicam objetivo comercial, mas a praxe não impede o cumprimento efetivo da lei, de modo que basta um produto acima da cota para correr o risco.
E além da cota deve-se observar o número máximo de itens permitidos para cada gênero. Porém, como eles são alterados seguidamente não vale a pena informar aqui.”

UPDATE 2:

O Valdir deixou um comentário aqui pra gente e resolvi incluir no post, tem alguns preços e informação sobre as lojas abrirem no domingo!

“Fui a Jaguarão dia 31/01/2010.
Em domingos as lojas abrem das 10h as 19h
Com pedágio gastei R$64,00 saindo de Novo Hamburgo – RS
São 3 lojas de pneus, mas só uma abriu no domingo. Pneu 185 aro 14, o mais barato federal era R$130,00 então não comprei, pode ser que nas outras lojas seja mais barato.
Comprei uma máquina de suco Phillips 700w R$264,00, Conjunto de panelas inox fundo triplo no Mario Free Shop por R$64,00, Térmicas Inox R$15,00, mas tem por menos, na Neutral Outlet estava tudo com 30% de desconto.
Tem tênis Adidas por R$64,00 e Reebock também.

TV Samsung 32 LCD por R$ 1.064, noteboock os preços não estavam bons, por ser a vista.
Outras coisas legais: queijos, alfajour, chocolate suíço, entre outros.
O melhor é o vinho, um exemplo é o Concha y Toro reserva Cabernet, 4 garrafas por R$ 24,70 e muitas marcas chilenas por volta de R$6,00 e Amarula por R$22,80
A cotação do dólar estava a R$1,90
Comadres, eu fui no El Gallego comer o Entrecot, é bom, duas pessoas comem por R$38,00, só não pode se enganar de banheiro, tem um feminino e do lado ao invés de ser masculino é para funcionários.
Espero ter ajudado quem ainda não foi pra lá e deseja ir.”
Obrigada Valdir!

UPDATE 3:

Comentário do Carlos dia 31/03/2010:
“Já estive em Riveira, Chui e Rio Branco, e, sem dúvida, esta é a minha cidade de compras preferida.
Os motivos são vários. É a menor ditância, a partir de Porto Alegre, ainda que os pedágios onerem bastante, e tem a viagem mais rápida e melhor.

É uma cidade menor e bem menos “charmosa” do que Riveira, mas muito mais “aconchegante” do que o Chui. Não tem aquele ar de “faroeste” que sinto em Chuy, além de que praticamente todas as lojas são novas, pois os relatos das pessoas dão conta que antes éra uma cidade fantasma.

Mas se a intenção for um passeio mais romântico com a namorada, sem dúvida o destino é Riveira, jamais em feriado e de preferência em dia de semana ! O movimento é absurdo. Uma amiga esteve lá em fevereiro e reclamou que os preços subiram em dolar, em Riveira.

Sem falar que a fiscalização é ferrenha…
Usam a zona primária e a secundária, sempre. Já soube de barreiras até em Rosário do Sul, a 100 km de distância.

E não tem perdão.

Agora, é bom não exagerar em nenhuma delas! 120 garrafas é difícil explicar…

Hospedagem é problemática, pois não tem nenhuma opção boa ou melhor. Até o Sinuelo é apenas razoável, muito antigo, mas o pessoal é bem atencioso.

Agora, na madrugada rola um som nos automóveis que estacionam na praça defronte ao hotel, e fica impossível dormir antes das 4 hs.
Carlos”
Obrigada Carlos!

UPDATE 4:
O Rogério Valle deixou mais algumas novidades aqui nos comentários, dia 31/03/2010:

“Gurias, muito obrigado pelo post. Usei as dicas e fomos muito bem por lá. Para quem está indo, o Hotel Sinuelo cobra 144 reais por quarto de casal ou duplo. Salgado, mas o hotel é bem bom (não compare com Gramado, pls!!). Lugar muito bom para comer se chama La Fogatta. O Tivitto é muito gostoso e gastei 31 reais com 2 Tivittos, 1 Zilertal grande (Ceva) e um picolé, hehe. Ao invés de virar para a direita, depois da ponte, contiue reto e vá sem medo até quase o fim da rua (+ ou – uns 2 quilometros). Fica ao lado do supermercado El Dorado (muita coisa boa tem lá também, como bolachas uruguaias e algumas coisas da Nestlé que não temos aqui). O menu é bem variado e vale a pena conferir.
Bom, o que eu vi:
1- carrinhos de Bebê na Mario. O mais completo custa uns 500 reais. Tem pela metade disso também, mais simples.
2- Pra quem gosta de roupas da Tommy, é um achado em várias lojas. Camisetas polo a 51 dólares.
3- O atendimento da Darling é morno. Compras no cartão, só a partir de 20 dólares e não tem muita coisa lá. Mais coisas de cosméticos… mulherada pode conferir.
4- Passei pela ponte lá pelas 14:30. Passei direto.
5- Gasolina a R$ 1,79 em Pelotas, mas tem que entrar dentro da cidade. Perde-se uns 30 minutos de viagem, fora uns 6 Km percorridos (fora o trânsito da cidade). De repente, melhor encher em Jaguarão mesmo, por 10 centavos a mais por litro.
6- Trânsito de caminhões irritante até Pelotas. Depois é trânsito quase zero.
7- Olha, já fui diversas vezes em Rivera. Agora irei somente em Jaguarão… beeeeiimm mais perto, mesmo com o pedágio, vale o custo. Além do benefício de ganhar uma hora e meia a mais por viagem.
8- Vi lojas pequenas de AZBox, mas não olhei de perto.
9- Wii a U$350 e XBox a U$365 na Mario e e outras… uma pechincha. Fiquei me coçando pra comprar.
10- os mercadinhos da rua tem preços salgados para cerveja e alguns queijos. Não caia na armadilha. Zilertal a 7 reais! Aqui no Zaffari eu compro por R$ 5,99.
11- Tente levar mais gente pra dividir a gasol, senão fica meio pesado.
12- Não deixe de ir na Neutral Outlet. Comprei um gorro de lã da Oakley por 13 doletas :-)
Obrigada Rogério!

UPDATE 5:
Comentário do Paulo Henkes, do dia 26/04/2010:

“Olá. Quinta-feira passada dia 15, fizemos nossa primeira viagem à Rio Branco para compras. Achamos a fronteira com Jaguarão muito melhor do que Livramento – Rivera. Jaguarão é bem conservada, com seus casarios antigos e com toda certeza é uma atração à parte cominhar pelas ruas. Ficamos hospedados no Hotel Sinuelo, que por ser antigo, torna-se turístico tb. Não se deixe levar pela má impressão inicial do saguão, pois ficamos em um quarto novo reformado que tinha todo o conforto de hotéis standart, como split e TV á cabo. Na ida fomos parados na ponte pela Vigilância Sanitária do Uruguai, que olhou nossa placa (Porto Alegre)e pediu para que abríssemos o porta-malas e nossa bagagem. Acredito que eles estivessem procurando produtos de origem aninal. Desde o primeiro momento ficamos inibidos com ter de passar a ponte com nossas compras, que com certeza excederiam os U$ 300 dólares da cota, já que em Rivera somente precisávamos atravessar a rua… Bom, pelo que pude observar ninguém que estava lá comprando parecia preocupado com isso, já que a quantidade de produtos nos caixas e os porta-malas dos veículos estacionados estavam abarrotados. Como éramos iniciantes fomos com cautela, mas mesmo assim é fácil exceder os U$ 1.000 dólares em compras por pessoa apenas com artigos como óculos, perfumes, bebidas, brinquedos e eletrônicos.
A melhor loja com certeza é a Neutral, que tem mais cara de magazine com diversos produtos em um só lugar.
A minha dica é levar uma calculadora e separar os produtos para que não ultrapasssem o valor da cota (300 dólares) por nota. Assim vc pode mostrar caso seja parado na blitz e dificilmente eles vão querer conferir ítem por ítem do que você está levando. Mas eu somente vi a Fiscalização parando caminhões que vinham do Uruguai para entrar em território brasileiro. Ambas as cidades (Rio Branco e Jaguarão) precisam muito do turismo para compras que vem se desenvolvendo nos últimos 5 anos, então eu acredito que haja um abrandamento da fiscalização com veículos particulares pois eles sabem que estes turistas é que levam desenvolvimento para a região, que por tantos anos ficou estagnada economicamente.
Além de ser um ótimo destino para compras a viagem até Jaguarão conta com lindo cenário típico da zona sul do nosso estado. Com certeza vale como uma dica de lugar que ainda não virou moda e tem atrativos muito interessantes.”
Obrigada Paulo!

UPDATE 6:
Comentário sobre a fiscalização:

“Em caso de dúvidas sobre compras e fiscalização, vale a pena telefonar para o plantão 24h da Receita Federal em Jaguarão, na cabeceira da Ponte – (53)3261.1468 – ou comparecer ali pessoalmente. São muito atenciosos e distribuem folders com explicações detalhadas sobre compras no exterior.

Algumas informações importantes:

1. Peças de carro ou moto, como pneus e amortecedores, mesmo dentro da cota, não podem ser compradas e trazidas como bagagem. Se a fiscalização pegar, é perdimento da mercadoria.

2. Não comprar muitos itens iguais, mesmo dentro da cota, para não haver presunção de destinação comercial, que causa perdimento.

3. Se as compras passarem da cota, é melhor apresentar os produtos voluntariamente no plantão da Receita Federal na Ponte (lado brasileiro) para pagar o imposto de 50% sobre o valor que passou da cota e legalizar a entrada dos produtos. No plantão brasileiro da Ponte é o único lugar onde essa regularização pode ser feita, a chamada “zona primária”. Fora da Ponte (a “zona secundária” – na estrada, por exemplo), se a fiscalização pegar compras acima da cota sem o comprovante de regularização, não dá mais tempo de pagar o imposto – perdimento!

Mesmo com o pagamento do imposto, mercadorias como aparelhos de ar-condicionado e câmeras digitais ainda saem com preços mais baratos que no Brasil. Venham e aproveitem!”
Obrigada!

UPDATE 7
Comentário de 21/06/2010

“Então pessoal. Neste fim de semana resolvi conhecer a Cidade Uruguaia de Rio Branco, que diziam seria um lugar bom para compras e mais perto das irmãs Chuy e Rivera. E claro que antes de ir passei os olhos neste Blog da Comadres que me deu uma luz. Bem, nem preciso dizer que achei maravilhoso comprar lá (já fui varias vezes a Rivera e Chuy). Sai de Porto Alegre as 7:00 e cheguei lá as 11:00 em ponto(média de 110Km). Os pedágios são um absurdo(R$ 7,20) para uma estrada meia-boca. Mas valeu pela economia do trajeto e gasolina. Bem, para quem quer comprar bebidas (Freixeneit a $8,00 ; Casillero a $4,00 ; Chivas a $26,00), perfumes e algumas roupas lá é o lugar ideal. No sábado tava um dia nublado lá então as lojas não estavam muito lotadas. Fizemos as compras em no máximo 4 hs e voltamos de viagem (mais 4 hs p a volta). Fui em 2 lojas ver o aparelho Lexus, nenhuma delas tinha p vender, só América a Azbox. As Pringles…comprei umas 10 latinhas tava $1,8 e na maioria dos free-shops tava $2,00. Azeite de oliva Gallo a $9,00 (1 litro). Então, eu recomendo uma visita aos free shops de Rio Branco. Já estava esquecendo, fiscalização zero e a Parrillada do Gallego é um espetáculo (Picanha 200 pesos, 3 pedaços; costela de tira 80 pesos 3 pedaços) em 4 comemos muito bem e gastamos R$ 63,00. Boa viagem a quem for e boas compras.”

UPDTATE 8
Comentário da Regina em 26/07/2010

“Olá,parabens pelo site pois foi através dele que fizemos uma belíssima viagem para Jaguarão neste fim de semana,inclusive fiquei no hotel recomendado por ti.A cidade é antiga mesmo mas muito charmosa.As compras realmente valem a pena.Eu fui em abril para Riveira e os preços e as lojas são praticamente as mesmas,algumas poucas diferenças.E tbém por tua recomendação comemos no el gallego um entrecot maravilhoso que deu para tres pessoas e ainda sobrou por R$ 27,00. Realmente os pedágios são carinhos,gastei R$ 62,00 saindo de canoas/RS.Mas a estrada é boa e o friozinho estava maravilhoso.Vale a pena.Quando fizeres outras viagens me informe.Bjs”

UPDATE 9
Comentário em 26/07/2010

“Oi gurias!! Como este site me ajudou muito, vou postar minha aventura neste fds para ajudar os demais tbm: 25/07/2010 == saimos de poa as 10hrs e chegamos em jaguarao as 15hrs. bastante veiculos, mas o fluxo estava bem… almoçamos em Cristal, 1 restaurante muito bom, cor de laranja, nao lembro o nome… Poxa, muito pedagio, fala serio… Mas compensa pela boa estrada.
Foi nossa primeira viagem à Fronteira, entao decidimos em cima da hora, foi corrido, mas foi muito legal.Não quisemos abastecer em Pelotas, mas deveriamos- fizemos isso na volta, levou uns 15 minutos de tempo a mais apenas, entao: abasteçam em Pelotas. Ficamos na reserva e fomos so rezando pra nao terminar,até que….chegamos num posto minutos antes de Jaguarao=nossa salvação. Estes 04 hoteis estavam lotados, mas achamos 1 pousada por 80,00 – simples + agradavel, c/ac: HOSPEDARIA (53/8438.4321), gente bacana, e pertinho da ponte, lateral do HOTEL RIOS (péssimo atendimento eu achei neste hotel).
A ponte da 1 certo receio, mas foi tudo tranquilo, fiscalizaçao zero. Free shops bons, vale a pena, por ser + proximo de POA, mas variedade menor q Rivera, claro, mas show de bola, bem + calmo… Tomamos um lanche no CAFE LUNA, de frente para o rio, bem charmoso… E de noite, em Jaguarao mesmo -muita chuva, pedimos 1 pizza no ‘DESABOR’, numa esquina… Super gostosa… Na volta, no domingo, almoçamos em Pelotas-para conhecer, e compramos os famosos doces. CAMINHAO d+, tem q ter paciencia. Nos ultrapassamos a cota na verdade, mas nada aconteceu, voltaremos com ctza, é mto light!”

UPDATE 10
Claudio Cypriano em 10/08/2010:

“Olha fiquei feliz de ter pessoas que fazem estas colocações sobre a viagem, fomos no final de semana para Rio Branco e fizemos exatamente o roteiro e seguimos as dicas do site. Conseguimos fazer compras tranquilamente e não houve nenhuma fiscalização. estava tranquilo. Minha dica é os potes de doce de leite e os alfajores comprados em tirinhas. R$3,00 pote de doce R$12,00. edredon compramos na loja do Mario bem na esquina por R$ 30,00 e não se compara com os edredons que conheço.
Grato a todos e Boa viagem para que vai!”

UPDATE 11
Carlos em 13/08/2010:

“Fui a Rio Branco a dois meses atras e segui sua dicas,foi ótimo encontrei preços bem melhores que riveira. Mas é sobre Riveira que eu queria deixar um aviso.Estive semana passada lá e alem de preços altos encontrei uma pessima surpresa;tive meu carro arrombado nas ruas laterais a Av Sarandi(principal) e tive que voltar com (temperatura 3 graus)com vidro quebrado,mais crianças no carro.Segundo comerciantes uma onda de arrombamentos tem acontecido com a conivencia da policia local que não se importa com arrombadores.Segundo um guardador de carros quem estaciona fora da avenida”pede” para ser assaltado.Situação Lamentavel para uma cidade turistica”

UPDATE 12
Marcus em 16/08/2010

“Nesse sábado acessei o blog, pois no domingo, 15 de agosto de 2010 eu estaria indo para Rio Branco.
Sai de POA as 6h da manhã e chegamos em Jaguarão as 10:20.
A estrada estava tranquila, e em quase todos os trechos, bem sinalizada. Tirando o absurdo dos pedágios, tudo ok!

Enfim Rio Branco.
Cruzei a ponte por volta das 11hrs, uma muvuca só. O Mario continua em reforma, estava abarrotado de gente, mas a fachada está bem melhor que na foto acima!
O Darling está fechado, só restou a fachada, porque por trás estão construindo uma baita estrutura. Acho que será Free Shop America (pela placa de chamando gente para trabalhar).
No Paris o preço estava melhor do que em outros na questão de algumas bebidas, Pringles (1,89 dolares), amarula (11,50 dolares preço padrão em todos), josé cuervo (12,50 ou 13 dolares, nao fugia disso), Red é preço tabelado (4 garrafas por 67 dolareS).
Nenhuma loja tinha o Lexus, aparelho da n.e.t! =\

Como vou casar, fui para comprar vinho. comprei 3 caixas (estavamos em 4 no carro) e voltamos para jaguarão um pouco antes das 13h. (tenho parentes lá, e ia deixar na garagem para mais tarde buscar mais e nao correr risco). e fui parado pela receita. Acho que por a placa ser de POA etc. Mas eu estava na cota, tudo bem. O carinha só olhou o porta malas, nem viu algumas coisas a mais que tinha no nosso colo na frente.

A tarde voltamos e fizemos O RANCHO, mas aí nao tinha mais ninguem controlando e foi super tranquilo!
Gente, na boa, Rio branco está com muitas lojas. Conta com loja de roupas e cama/mesa/banho que eu nao vi no chuy. Os preços se equivalem, e como a distancia é bem menor, vale MUITO MAIS A PENA!
Recomendo! Agora que aprendi o caminho…já era! hehe
Ah, Balde de 3kg de “Mumu” Conaprole por R$19,90!”

UPDATE 13:
Rosângela em 25/10/10

“Olá, passamos por aqui para pegar algumas dicas e fomos a Rio Branco na sexta-feira, dia 22 de outubro, saímos às 16:00 hs do centro de P.Alegre, chegamos lá às 20:40hs, com duas curtas paradas no caminho. A estrada boa, pouco movimento até Pelotas e quase nenhum até Jaguarão. Ficamos no Hotel Rios, hotel simples, café da manhã, modesto, porém, o quarto amplo, bem ventilado e limpo, pagamos R$ 130,00 para 4 pessoas. Ainda a noite, atravessamos a Ponte para lanchar, anda-se mais ou menos 2 km e chega-se ao “La Fogatta”, comemos pizza a R$ 8,00, Raviolli carusso -R$ 13,00, tem várias opções, inclusive ótimos vinhos. Ótimo atendimento.

Para comprar bebidas, achamos mais em conta a “Paris” –(dólar: 1.69) Amarula $ 11.50 ; Vodka Akvinta -$ 7.99; Gin Tanqueray Tem 1 lt- $10.00; Whisky Jack Danielos 1 lt -$ 21.75; Tequila Rep.Esp.J.Cuervo- $ 11.50; Whiski J.Walker Red. 1 lt-$ 20.00 Whiski Jim Beam Black $ 17.60; Whiski Ballantines-$ 59.00

Garrafa térmica grande a partir de $ 5.99 na Paris, na Mario o preço também está muito bom.

Eletônicos : A dica é ir com noções de preços e marcas, para poder fazer uma boa compra.

Maquiagens – compramos na Neutral, também compramos gloss a $ 8.00 na Mauá.

Perfumes – Compramos na Neutral, e aqui vai uma dica, alguns perfumes só foram encontrados na The Place, um prédio verde , na rua paralela a ponte.(lado direito)
Só achamos ali o Empório Armani Elle (She) 50 ml -$ 56.00

Aparelhos Az Box com antena – R$ 570,00 (reais); sem antena R$ 270,00 (reais) . Só perguntei preço. Na Rua Artigas ( rua paralela a ponte- lado esquerdo)

Para quem quer comprar pneus: Na rua do Free Shop, no meio da quadra: Pneu 205/65-15 Good- R$ 220,00 cada; Pirelli R$ 245,00 e Cumo R$ 200,00 Rodas 15- R$ 870,00 , com geometria e balanceamento. Não esquecendo de se informar sobre fiscalização.

Gasolina em Jaguarão, de R$ 2,84 a 2,89. Saindo de lá , o primeiro posto na BR, é passando a entrada de Pelotas, é um Posto BR (gasolina R$ 2,64), ali encontramos com muita alegria, ao lado do posto, uma lancheria com os doces de Pelotas a R$ 2,00 cada.

PS.: Barbie na Neutral( dolar 1.73): Princesa de festa -$ 22.00;Princesa Brilhante $ 35.50; Aventura de sereias $ 25.00. Câmera Olympus 12 mp -$ 165.00; 14 mp -$210.00.

Ótimo passeio, vale a pena!”

UPDATE 14:
Desde março de 2011 a maioria dos comentários são de pessoas que foram paradas na ponte e quando verificado o valor acima da cota, foi emitido um boleto de imposto do excedente e o carro só foi liberado após o pagamento.
A fiscalização está cada dia mais rigorosa, preste atenção na cota ou já vá preparado para pagar imposto pelo valor excedente!

Qualquer dúvida é só perguntar!
Lembrando que eu não sou de perto do Uruguai, moro a 400km e não vou lá com frequência, então não sei informar coisas mais específicas além do que postei aqui :(
Mas se alguém tiver mais informações para colaborar é só deixar nos comentários!

 

385 Comments on Compras em Rio Branco – Uruguai

  1. Alceu Neckel
    23/09/2014 at 08:49 (87 dias ago)

    Mês que vem out/2014 estarei indo à Rio Branco comprar Jaquetas em couro. Alguem sugere alguma loja?

    Obrigado.

    Resposta

1Pingbacks & Trackbacks on Compras em Rio Branco – Uruguai


    Warning: call_user_func(comment_style) [function.call-user-func]: First argument is expected to be a valid callback in /home/dicas183/public_html/wp-includes/comment-template.php on line 1334

Leave a Reply